• Português

Estudantes internacionais

A internacionalização da investigação e do ensino é uma estratégias centrais no desenvolvimento deste ciclo de estudos, uma vez que parte do corpo docente é constituída por especialistas estrangeiros que atuam na área da psicologia clínica cognitivo-comportamental, mas também devido à seleção do corpo docente nacional que é fortemente internacionalizado através da integração em projetos internacionais, sociedades científicas e clínicas e ainda redes europeias e mundiais de investigação e atuação clínicas. 

Acresce ainda o cunho interuniversitário do doutoramento que se desenvolve em duas cidades extremamente cosmopolitas, Lisboa e Porto, amplamente conhecidas pela sua hospitalidade, diversidade, segurança, beleza e cultura académica potenciando uma experiência pessoal e colectiva rica e cheia de significado.

Os estudantes internacionais oriundos do Brasil e de países fora da União Europeia com interesse em candidatar-se ao ciclo de estudos devem consultar os requisitos específicos de candidatura para estudantes internacionais no sítio da Universidade Lusófona (https://www.ensinolusofona.pt/pt/estudante-internacional). 

A Universidade Lusófona oferece condições extraordinárias aos estudantes internacionais e possui programas de mobilidade (https://www.ensinolusofona.pt/pt/mobilidade) para quem pretende desenvolver períodos letivos em universidades europeias durante o seu doutoramento.